top of page

A diferença entre o “choquinho" e o “chocão" elétrico


O assunto sempre gera polêmica!


Você certamente já ouviu dizer que um choque de determinado valor, por exemplo, 110 volts, não leva uma pessoa a óbito. No popular, um "choquinho" não faz mal, no máximo acorda (!) a pessoa que o tomou. É o famoso “um choque 110V não tem perigo, o perigoso é um choque 220V”.


Pois saiba que esta é uma das crenças populares mais fortes envolvendo energia elétrica e, por este motivo, leva muita gente a óbito - só em 2021 foram 592. Achar que um "choquinho" de 110 volts não mata é muito perigoso; na realidade, valores acima de 50 volts em áreas secas já oferecem muito perigo.


Vamos tentar mostrar qual a diferença de um choquinho e um chocão…


O que é um choque elétrico? É diferença de potencial entre dois pontos. Na maioria dos choques elétricos que conhecemos essa diferença de potencial está entre uma estrutura metálica energizada por um determinado potencial (pode ser 110, 220, ou qualquer outra tensão) e a terra, o qual nos referimos como “zero”. Esta diferença causa a movimentação de elétrons pelo condutor (neste caso, o corpo humano) transferindo os elétrons de um potencial para outro. Esta movimentação de elétrons é chamada de corrente elétrica e sua intensidade depende da resistência deste belo corpo que a conduz.


Um estudo realizado pela IEC - Comissão Internacional de Eletrotécnica, mostrou que uma corrente de 30mA, passando pelo coração de um ser humano, pode causar parada cardíaca e levar esta pessoa a morte. Só pra você ter uma idéia, 30mA é 1.500 vezes menor que a corrente que passa por um chuveiro elétrico! Façamos um exercício simples: se aplicarmos 110V sobre um corpo humano que tem resistência média de 2.500 ohms (unidade de medida da resistência), veremos uma corrente de 44mA passando por este corpo. Já é mais do que aquele valor limite do corpo para um choque elétrico! Tá provado que um choque 110V também é perigoso e pode matar.


Resumindo: qualquer choque, seja choquinho ou chocão, é um perigo para o usuário, e esta condição deve ser eliminada de imediato. Se na sua casa há algum equipamento que esteja dando um choquinho, desligue-o imediatamente e peça o conserto urgente. Também verifique a instalação elétrica, pois ela não deveria permitir que um equipamento com defeito assim continuasse energizado. A instalação de um DR já pode ser o suficiente para reduzir estes efeitos.


Não se arrisque. Eletricidade é coisa séria!


A campanha “Choque Elétrico Mata!” é uma realização do Sincomaco e da Abracopel (Associação Brasileira de Conscientização para os Perigos da Eletricidade), patrocinada por Sil Fios e Cabos Elétricos, Grupo Enel spa, Vila Velha Corretora de Seguros e King Ouro, e apoiada pela Cobrecom Fios e cabos, pelo Sindicel (Sindicato da Indústria de Condutores Elétricos, Trefilação e Laminação de Metais Não Ferrosos do Estado de São Paulo), Associação Comercial do Estado de São Paulo e ABNT (Associação Brasileira de Normas Técnicas).


6 visualizações

Posts recentes

Ver tudo
bottom of page